tenho saudades de quando o meu telemóvel tocava de manhã interruptamente, só para que podesses desejar-me um bom dia, de quando me abraçavas com força assim que me vias, quero olhar para as estrelas contigo, quero beijar-te á chuva, passear contigo por todo o lado, rir até não poder mais, dar-te a mão e entrelaçar os meus dedos nos teus e passear com os maior dos orgulhos por te ter a meu lado. quero acordar nos teus braços e em seguida voltar a adormecer neles, quero sentir a tua pele, o teu cheiro, quero trincar-te o lábio e dizer que te amo, quero alagar-te o cabelo vezes sem conta, sentar-me no teu colo e falar contigo sobre tudo aquilo que passamos e aquilo que poderemos vir a passar. quero ver-te a sorrir daquela forma doce, que mais ninguém no mundo consegue, mas essencialmente, quero ser uma das razões desse sorriso. quero dizer-te que és lindo e que adoro esse teu jeito, quero que cantes para mim, mais uma vez e que me olhes nos olhos. quero que digas que me amas e que dances comigo. quero voltar a vestir-te a minha roupa. quero partilhar contigo a minha vida e que tu faças o mesmo, quero que tenhas orgulho em mim, porque eu tenho imenso em ti. quero continuar a ter medo de cães, porque assim poderei agarrar-me a ti, quero, quero e quero (...) e vou fazer de tudo para que tudo isto se concretize de novo, porque apesar de tudo ainda te amo.

inspirado no texto de: cm

Sem comentários: